HomeMercados

Bolsas da Ásia fecham em queda com decisão do BCE e tensões entre Japão e Coreia do Sul

Por Bruna Santos
26 julho 2019 - 08:53

As Bolsas da Ásia encerraram o pregão desta sexta-feira (26) majoritariamente em queda, reagindo à decisão de juros do Banco Central Europeu e ao agravamento das tensões entre Japão e Coreia do Sul.

Ontem, a autoridade monetária europeia decidiu manter a taxa de juros da zona do euro em 0%, afirmando que não houve consenso entre os membros sobre a aplicação de estímulos para reaquecer a economia.

A notícia desencadeou um desmonte geral de posições, com os investidores incertos sobre um afrouxamento no curto prazo, já que o discurso menos dovish não deixou claro o que será feito a partir de agora.

Outro fator que impactou o desempenho dos índices asiáticos foi o agravamento das tensões comerciais entre o Japão e a Coreia do Sul.

No ano passado, um tribunal sul-coreano determinou que as empresas japonesas deveriam arcar com uma compensação financeira por praticar trabalho forçado antes e durante a Segunda Guerra Mundial.

O Japão se manifestou dizendo que o veredicto era improcedente e ilegal sob a legislação internacional e depois disso, os conflitos no âmbito comercial entre os dois países se acentuaram.

Mercado de ações da China e Japão

Os mercados chineses avançaram nesta sessão, impulsionados pela decisão do governo local de apoiar um mercado menos regulado para negociação de ações e ofertas públicas iniciais de títulos.

Na Bolsa de Xangai, o Xangai Composto subiu 0,24% aos 2.944 pontos e em Shenzhen, o SZSE Component apreciou registrou variação positiva de 0,05% aos 9.349 pontos.

No acumulado da semana, o Xangai Composto avançou 0,70% e o SZSE Component aumentou 1,31%. A plataforma Star, que negocia ações do setor de tecnologia, apurou ganhos semanais embora tenha anotado queda neste pregão.

Em Tóquio, o Nikkei 225 recuou 0,45% aos 21.658 pontos, mas na semana, o índice japonês valorizou 0,9%.

Demais Bolsas asiáticas

Na Bolsa sul-coreana, o Kospi caiu 0,40% aos 2.066 pontos, após a imprensa divulgar que o governo japonês pretende retirar a Coreia do Sul da lista de parceiros comerciais preferenciais.

Em Hong Kong, o Hang Seng declinou 0,69% aos 28.397 pontos, acompanhando o mau humor que instalou nos mercados internacionais.

Na Indonésia, o IDX Composite desabou 1,19% aos 6.325 pontos e, no sentido contrário, o Nifty 50 teve alta de 0,29% aos 11.284 pontos.

Mercados da Oceania

Em Sidney, o S&P ASX 200 cedeu 0,36% aos 6.793 pontos, mas, no acumulado da semana, o índice australiano aumentou 1,38%.

Na Nova Zelândia, o NZX 50 perdeu 0,83% aos 10.807 pontos, com os setores de telecomunicação, infraestrutura e energia liderando a baixa da sessão. Na semana, o mercado neozelandês avançou 0,51%.

 

      CidadeÍndice25/0726/07
SidneyS&P ASX 200+0,61%-0,36%
WellingtonNZX 50+0,79%-0,83%
Hong KongHang Seng+0,25%-0,69%
SeulKospi-0,38%-0,40%
TóquioNikkei 225+0,22%-0,45%
MumbaiNifty 50-0,17%+0,29%
JacartaIDX Composite+0,26%-1,19%
XangaiXangai Composto+0,48%+0,24%
ShenzhenSZSE Component+0,85%+0,05%

 


Sobre o autor