AçõesHome

Bolsas da Ásia fecham em alta mas ganhos foram limitados pelo discurso de Trump

Por Pablo Vinicius Souza
06 fevereiro 2019 - 11:26
Bolsas da Ásia fecham majoritariamente em baixa com Coreia do Sul e China; Tóquio avança

Na semana de comemoração ao Ano Novo Lunar, as Bolsas da Ásia que se mantiveram em operação encerraram o pregão desta quarta-feira (06) em alta, com o discurso de Trump limitando os ganhos da sessão. Os mercados da China, Cingapura, Coreia do Sul, Hong Kong, Malásia, Mongólia, Nova Zelândia, Paquistão, Taiwan e Vietnã ficaram fechados, reduzindo a liquidez das transações.

Baixe o e-book: Desvendando o swing trade: tudo o que você precisa saber!

Em Tóquio, o Nikkei 225 avançou 0,14%, com os setores de produtos manufaturados, produtos químicos e petróleo puxando a alta do índice. Na liderança positiva ficaram as ações da Yamaha Corp. (+12,67%) e da Kawasaki Kisen Kaisha Ltd. (+9,23%). O Nikkei Volatility, que mede a volatilidade implícita nas opções da Bolsa japonesa, caiu 3,95%, atingindo o patamar mínimo em 3 meses.

Baixe o Infográfico: 5 motivos – Por Que Investir na Bolsa Agora É Um Bom Negócio

As ações da companhia Toyota Motor sofreram queda de 0,70% após a montadora ter divulgado um expressivo corte nas projeções do lucro líquido anual para 2019. Além disso, o discurso de Trump, que durou cerca de 82 minutos, aumentou as preocupações do mercado sobre o posicionamento dos Estados Unidos em relação à sua política externa.

Baixe o E-book O Guia Completo de Como Ter Sucesso Nas Operações de Day Trade

Trump explanou sobre as principais situações que rondam o governo, desde seu encontro com o líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, até as possíveis ações na Venezuela. Em relação à China, o presidente afirmou que um acordo comercial só será possível se Pequim concordar em realizar uma mudança real em sua estrutura. Sem saber mais detalhes, os investidores preferiram adotar uma postura de cautela, ajustando posições e reduzindo a exposição às nuances internacionais.

Relatório gratuito: 7 passos para suas finanças ficarem no azul

Na Austrália, o S&P ASX 200 subiu 0,34%, renovando sua máxima histórica de 3 meses. Os setores de tecnologia da informação, industrial e consumo de luxo dispararam, impulsionando o desempenho do índice. Na Indonésia, o IDX Composite avançou 1,02%, puxado pelos setores de infraestrutura, propriedades e industriais básicos. Na Índia, o Nifty 50 saltou 1,17%, superando seu recorde e renovando as máximas de fechamento dos últimos 3 meses.

Relatório gratuito – Banco do Brasil: O gigante acordou


Sobre o autor