AçõesHome

Bolsas da Ásia fecham em alta com sinalização “dovish” do Fed

Por Bruna Santos
21 março 2019 - 08:34
panorama corporativo

As principais Bolsas da Ásia fecharam o pregão desta quinta-feira em alta, reagindo ao anúncio “dovish” do Federal Reserve, que decidiu não elevar as taxas de juros e manterá um afrouxamento monetário devido ao ambiente de incertezas globais. Com isso, os índices valorizaram majoritariamente, porém, alguns desviaram da onda positiva impactados por fatores internos.

Na China, o Xangai composto avançou 0,35%, aos 3.101 pontos e o SZSE Component, de Shenzhen, saltou 0,71%, aos 9.869 pontos. Em Seul, o Kospi teve alta de 0,36%, aos 2.184 pontos e em Jacarta, o IDX Composite apreciou 0,29%, aos 6.501 pontos.

Baixe o e-book: Desvendando o swing trade: tudo o que você precisa saber!

Conforme as projeções do mercado, o Federal Reserve decidiu pela manutenção da taxa básica de juros no intervalo de 2,25% a 2,50% e reafirmou sua posição de não realizar novos aumentos até o final de 2019, devido aos sinais claros de contração da economia americana. A autoridade monetária ainda citou que o ambiente global de maiores turbulências, como é o caso do Brexit na Europa, também contribuiu para que a posição de cautela continuasse.

Após o fechamento dos mercados chineses, o Ministério do Comércio da China divulgou novas informações sobre as negociações sobre a guerra comercial. O representante do Comércio dos EUA, Robert Lighthizer, e o Secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, viajarão a Pequim para uma reunião nos dias 28 e 29 de março para dar sequência à tratativa sobre o acordo entre os dois países.

Baixe gratuitamente o Guia de A a Z de como se tornar um Trader

No começo de abril, ainda sem data certa, será o vice-primeiro-ministro chinês, Liu He, quem irá a Washington para se reunir com os representantes americanos para nova rodada de conversas. Ontem, o presidente Donald Trump, afirmou que poderá sobretaxar os produtos importados da China por um longo período, mas acrescentou que os países estão trabalhando para fechar um acordo vantajoso.

Desviando dos demais pares asiáticos, o Hang Seng, de Hong Kong, recuou 0,85%, aos 29.071 pontos puxado pelo fraco desempenho das ações dos setores de tecnologia e imobiliário. O indiano Nifty 50 também ficou negativo, perdendo 0,10%, aos 11.521 pontos. No Japão, não houve operações devido às comemorações do feriado nacional. Em Sidney, o S&P ASX 200 apresentou variação positiva de 0,03%, aos 6.127 pontos, impulsionada pelas companhias petrolíferas.

 

      Cidade Índice 20/03 21/03
Sidney S&P ASX 200 -0,32% +0,03%
Wellington NZX 50 -0,65% +0,27%
Hong Kong Hang Seng -0,49% -0,85%
Seul Kospi -0,02% +0,36%
Tóquio Nikkei 225 +0,20% Não operou
Mumbai Nifty 50 -0,09% -0,10%
Jacarta IDX Composite +0,04% +0,29%
Xangai Xangai Composto -0,01% +0,35%
Shenzhen SZSE Component -0,40% +0,71%

 


Sobre o autor