HomeMercados

Bolsas da Ásia avançam com alívio temporário na guerra EUA-China

Por Bruna Santos
27 agosto 2019 - 08:41

As Bolsas da Ásia avançaram no pregão desta terça-feira (27), apoiadas pelas falas do presidente Donald Trump, que trouxeram um alívio temporário à guerra comercial entre Estados Unidos e China.

Na madrugada de ontem, após o fechamento dos mercados, o presidente americano afirmou que voltará a negociar com a China e que está otimista pela construção de um acordo.

Trump chegou a mencionar que o governo chinês entrou em contato por telefone com o representante de comércio dos EUA para retomar o diálogo e isso teria motivado a mudança na postura de Washington.

Porém, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China afirmou que não tinha conhecimento desse telefonema e decidiu não tecer comentários sobre o assunto.

Mesmo assim, o comportamento mais conciliatório do governo dos EUA aplacou as tensões entre os investidores, renovando o apetite ao risco na sessão de hoje.

Mercados da China e Japão

Nos mercados chineses, o Xangai Composto, de Xangai, avançou 1,35% aos 2.902 pontos e o menos abrangente, SZSE Component da cidade de Shenzhen, saltou 1,86% aos 9.443 pontos.

Além do clima positivo com o arrefecimento na disputa comercial, os dados sobre o lucro das empresas industriais na China surpreenderam os investidores ao apresentar uma expansão de 2,6% no mês de julho.

Foi um contraste muito grande, já que no mês imediatamente anterior, o referido indicador registrou queda de 3,1%.

Na opinião do Citi Bank, essa situação favorável não deve durar muito, já que está próximo de entrar em vigor a imposição de tarifas norte-americanas.

Na Bolsa de Tóquio, o Nikkei 225 subiu 0,96% aos 20.456 pontos, após Trump anunciar que não há planos de aplicar novas tarifas aos automóveis importados do Japão.

A notícia impulsionou as ações das montadoras, como Subaru (+4,9%) e Honda (+1,26%) e do setor de autopeças, como a Bridgestone (+1,3%) e Yokohama Rubber (+3%).

Demais Bolsas asiáticas

No sentido contrário dos demais mercados de ações da Ásia, o Hang Seng, da cidade de Hong Kong, fechou com variação negativa de 0,06% aos 25.664 pontos, refletindo as tensões políticas locais.

Em Seul, o Kospi valorizou 0,43% aos 1.924 pontos, revertendo a tendência de baixa mantida nos três últimos pregões.

Na Indonésia, o IDX Composite disparou 1,02% aos 6.278 pontos e na Índia, o Nifty 50 cresceu 0,43% aos 11.105 pontos.

Mercados da Oceania

Na Oceania, os índices também encerraram em território positivo. O S&P ASX 200, de Sidney, avançou 0,48% aos 6.471 pontos.

E o neozelandês NZX 50 teve alta de 0,28% aos 10.513 pontos, com os setores de turismo, energia e bens de consumo não-cíclico liderando os ganhos da sessão.

 

 Cidade Índice 26/08 27/08
Sidney S&P ASX 200 -1,27% +0,48%
Wellington NZX 50 -1,31% +0,28%
Hong Kong Hang Seng -1,91% -0,06%
Seul Kospi -1,64% +0,43%
Tóquio Nikkei 225 -2,17% +0,96%
Mumbai Nifty 50 +2,11% +0,43%
Jacarta IDX Composite -0,66% +1,02%
Xangai Xangai Composto -1,17% +1,35%
Shenzhen SZSE Component -0,98% +1,86%

 


Sobre o autor