Mercados

Bolsa e dólar oscilam em alta com melhora no humor global; Ômicron é destaque

Por Fast Trade
21 dezembro 2021 - 13:18 | Atualizado em 21 dezembro 2021 - 14:52
Créditos: shutterstock.com

A Bolsa brasileira oscila em alta nesta terça-feira (21), ensaiando um movimento de recuperação apoiado pela melhora no humor global. Com a agenda de indicadores esvaziada, a votação do Orçamento no Congresso e a variante Ômicron estão no radar dos investidores.

Isto porque, o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, informou que a nova cepa se propaga mais rápido e consegue infectar mesmo as pessoas vacinadas.

Por outro lado, a farmacêutica Moderna divulgou um relatório explicando que a dose de reforço de seu imunizante consegue elevar o nível de anticorpos de modo a neutralizar o avanço da variante Ômicron. Este fato ajudou a acalmar os mercados, renovando o apetite ao risco neste pregão.

Ao mesmo tempo, nos EUA, o presidente Joe Biden segue na luta para salvar o seu plano econômico que custará cerca de US$ 2 trilhos. Apesar de o senador democrata, Joe Manchin, ter se recusado a apoiar o plano, a cúpula da Casa Branca aceitou promover alterações no texto para leva-lo à votação.

+ Relatório alocação de recursos: Baixe agora!

No Brasil, a votação da Lei Orçamentária Anual (LOA) deve acontecer hoje, após as discussões realizadas na véspera. De acordo com o relatório da proposta, o volume de investimentos programados para 2022 será o menor da história, com verbas totais de R$ 44 bilhões para dividir entre todas as áreas.

A seguir, as movimentações do pregão na B3:

Maiores altas do índice geral: Embraer (EMBR3), Azul (AZUL4), Gol (GOLL4), CSN (CSNA3) e Bradespar (BRAP4).

Maiores quedas do índice geral: Alpargatas (ALPA4), Banco Inter (BIDI4), Banco Inter (BIDI11), B3 (B3SA3), JHSF (JHSF3).

Às 13h17 (horário de Brasília), o Ibovespa avançava 0,45% aos 105.490 pontos, registrando um volume financeiro de R$7,212 bilhões.

Dólar tem leve alta com pressão externa, apesar da atuação do BC

O dólar comercial subia 0,02% contra o real, na cotação de R$ 5,7390 na venda, refletindo a pressão externa em meio à disseminação da variante Ômicron. Os impasses na votação da LOA também estão no radar, tendo em vista que alguns parlamentares divergem em alguns trechos.

A divisa americana se fortalecia no câmbio local, apesar da intervenção do Banco Central no mercado à vista, ao ofertar US$ 500 milhões em recursos no início do pregão.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Em contrapartida, contra uma cesta de moedas líquidas, o dólar perdia terreno influenciado pelo maior apetite ao risco. Mesmo assim, as Treasuries americanas de longo prazo registravam alta nos rendimentos, mostrando que os investidores ainda estão cautelosos em relação à pandemia.

Quer ficar informado de todas as novidades do mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Bolsa e dólar oscilam em alta com melhora no humor global; Ômicron é destaque

Leia também:

Embraer anuncia fusão entre Eve e Zanite; objetivo é acelerar o “carro voador”

Alpargatas anuncia investimento de US$ 475 milhões na aquisição de 49,9% da Rothy’s


Sobre o autor