Mercados

Bolsa de Valores: os destaques da última semana cheia do ano

Por Fast Trade
14 dezembro 2020 - 08:00 | Atualizado em 14 dezembro 2020 - 08:39
Bolsa de Valores B3

Os próximos dias trarão diversos catalisadores significativos para a Bolsa de Valores na última semana cheia de 2020.

Baixe agora: Derivativos – O guia definitivo para começar a investir

Dentre os principais destaques, atenção para a agenda econômica, composta por uma série de indicadores, bem como a agenda política.

Nesse sentido, o investidor segue monitorando os debates relacionados com a questão fiscal do País. Considerado um tema sensível, os debates têm gerado cada vez mais temores para os analistas do mercado.

Eleição

Por outro lado, tornou-se pauta prioritária a disputa pela presidência da Câmara dos Deputados, bem como do Senado.

Baixe gratuitamente: Guia de A a Z de como se tornar um trader!

Só para ilustrar, o deputado Arthur Lira (PP-AL), apoiado pelo governo, lançou recentemente sua candidatura para a Câmara.

A decisão repercutiu na Bolsa de Valores e gerou críticas do atual presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Expectativa é que o parlamentar lance nos próximos dias um nome de oposição para o cargo.

Assim também, a semana do Senado deve ser marcada pelo surgimento de candidaturas para a presidência da Casa.

Desse modo, o atual presidente, Davi Alcolumbre (DEM-AP), pode apoiar um nome fora do MDB, fato que pode gerar grande disputa no Senado.

Baixe gratuitamente: Guia do investidor iniciante

Na sequência dos destaques políticos com grande probabilidade de impactar a Bolsa de Valores, atenção para o LDO 2021.

Os debates em torno da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o próximo ano devem ganhar ainda mais atenção. Tradicionalmente, o Executivo encaminha a proposta até 15 de abril, ao passo que o Congresso aprova a lei até 17 de julho.

Embora o cronograma esteja previsto pela Constituição, o calendário não foi seguido em 2020, ano marcado pela pandemia de covid-19 e seus efeitos.

Expectativa é que a proposta seja aprovada antes da virada deste ano, embora ainda seja necessário discutir diversos vetos.

Baixe agora: Guia completo de como ter sucesso nas operações de day trade

Vacina e a Bolsa de Valores

As notícias relacionadas com o desenvolvimento de uma vacina contra o novo coronavírus apoiou os principais mercados globais.

O Ibovespa, por exemplo, anotou a sexta valorização semanal, fato que não acontecia no mercado brasileiro desde  final de 2018.

Do mesmo modo, o mercado de petróleo acumulou ganhos, também pela sexta semana consecutiva.

Assim, ambos foram impulsionados por uma perspectiva otimista e relacionada com a vacina.

Baixe gratuitamente: Dólar e Mini dólar – Desvendando este mercado

Ademais, o Supremo Tribunal Federal (STF) julgará duas ações, do PDT e do PTB, sobre a obrigatoriedade da vacinação contra o novo coronavírus.

O debate, marcado para acontecer na próxima quarta-feira (16), pode movimentar a Bolsa de Valores brasileira.

Em primeiro lugar, o PDT pede que o STF estabeleça a interpretação de que estados e municípios podem determinar a vacinação obrigatória;

Em contrapartida, o PTB defende que a possibilidade de imunização compulsória, prevista na lei, seja declarada inconstitucional.

Agenda econômica

Por fim, a agenda econômica dos próximos dias reserva números importantes para a avaliação do investidor sobre a tendência de recuperação da economia brasileira.

Como de praxe, o mercado monitora o tradicional boletim Focus, bem como a balança comercial semanal do Brasil.

Ademais, o investidor acompanha o Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br). Considerado uma prévia do Produto Interno Bruto (PIB), o indicador será divulgado nesta segunda-feira (14).

Posteriormente, na terça-feira (15), atenção para a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) em 2020.

Na quarta passada, a entidade manteve a Selic fixada em 2% ao ano. A expectativa é que a ata promova maiores explicações sobre a visão do Banco Central para os próximos meses.

Do mesmo modo, o Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) será anunciado amanhã (15). Medido pela FGV, o indicador acompanha a inflação de preços desde matérias-primas agrícolas e industriais até bens e serviços finais.

Leia outras notícias relacionadas com a Bolsa de Valores:

Futuros do petróleo recuam, mas anotam ganhos na semana

Dólar avança em dia de correção no exterior e insegurança na cena local

Dólar registra forte queda com decisão do Copom e leilão de swap

Proventos: o radar dos dividendos e juros sobre capital próprio

ABEV3, TIET11, CPLE3, PGMN3: as notícias do radar corporativo

Juros sobre o capital próprio: ROMI3, DTEX3, GGBR3, ITSA4 e BRSR3

BRFS3: sem pagar dividendos há 5 anos, BRF voltará a distribuir os proventos

CSNA3: CSN estima mercado mais aquecido no próximo ano

Bolsa de Valores: Gol (GOLL4), Petrobras (PETR3; PETR4) e mais destaques


Sobre o autor