Mercados

Bolsa brasileira retoma os 100 mil pontos com Petrobras e falas de Powell; dólar oscila

Por Fast Trade
22 junho 2022 - 14:18 | Atualizado em 22 junho 2022 - 15:09
Créditos: shutterstock.com

A Bolsa brasileira opera em alta nesta quarta-feira (22), avançando à faixa de 100 mil pontos impulsionada pela recuperação das ações da Petrobras (PETR3/PETR4). Depois de oscilar entre perdas e ganhos, os papéis da estatal passaram a subir, superando a queda das commodities.

Além disso, as declarações do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, no Congresso dos EUA também pesaram. Durante um depoimento ao Senado, o executivo confirmou que existe uma possibilidade de o país entrar em recessão como um efeito do aumento acelerado nos juros.

No entanto, ele assegurou que este não é o objetivo do Fed, embora todos os dirigentes reconheçam que aumentar a taxa básica é um dos fatores que ajudarão a conter a inflação. Assim, Powell explicou que a instituição pretende restaurar a estabilidade nos preços neste novo contexto macroeconômico e, para isso, precisa que os juros estejam em um território neutro.

+ Inscreva-se para a segunda edição do Invest Day!

A postura do chairman, acima de tudo, renovou os ânimos do mercado, concedendo novo fôlego para os ativos de risco. E esse movimento de otimismo visto em Wall Street reverberou nas ações nacionais, conduzindo os negócios do índice geral.

A seguir, as principais movimentações na B3:

Top 5 máximas do índice geral: Méliuz (CASH3), BTG Pactual (BPAC11), Natura (NTCO3), Minerva (BEEF3) e BRF (BRFS3).

Top 5 mínimas do índice geral: IRB Brasil (IRBR3), SLC Agrícola (SLCE3), 3R Petroleum (RRRP3), PetroRio (PRIO3) e Gerdau (GGBR4).

Às 14h17 (horário de Brasília), o Ibovespa subia 0,48% aos 100.161 pontos, registrando um volume financeiro de R$ 11,294 bilhões.

Dólar vira para alta com foco no exterior

O dólar comercial subia 0,14% contra o real, na cotação de R$ 5,1570 na venda, apoiado pelos movimentos do exterior. As falas de Powell no Senado dos EUA impulsionou a demanda pela divisa americana, sobretudo, após ele enfatizar que o Fed precisa de provas sobre a queda na inflação para alterar o curso do ciclo de aperto nos juros.

+ Guia de A a Z de como se tornar um Trader: Baixe agora!

Desse modo, o posicionamento do executivo foi considerado mais “dovish”, mas não suavizou o sentimento de cautela. Isso porque, a atividade econômica do país vem gerando preocupações e, por ora, não há sinais de arrefecimento nos preços dos principais insumos utilizados pelo país.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram!

Bolsa brasileira retoma os 100 mil pontos com Petrobras e falas de Powell; dólar oscila

Leia também:

IRB Brasil anuncia prejuízo líquido de R$ 92,7 milhões em abril, alta de 89,6% na base anual

Importadores aumentam as compras externas de petróleo devido ao cenário da Petrobras

Vendas de aço devem recuar 5,0% na base mensal em junho


Sobre o autor