Mercados

Bolsa brasileira avança aos 105 mil de olho na inflação dos EUA; dólar cai

Por Fast Trade
12 janeiro 2022 - 13:22 | Atualizado em 12 janeiro 2022 - 14:53
Créditos: shutterstock.com

A Bolsa brasileira opera em forte alta nesta quarta-feira (12), refletindo os dados de inflação dos EUA e o cenário eleitoral no Brasil. Um dia após o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, apresentar uma visão mais branda em relação à condução da política monetária, o CPI veio em linha com as projeções.

Divulgado hoje, Índice de Preços ao Consumidor americano subiu 0,7% em 2021, contabilizando a maior taxa em quase 40 anos. Em dezembro, o indicador avançou 0,5% e o núcleo – que exclui itens voláteis como alimentos e energia – teve alta de 0,6%, ligeiramente acima do previsto.

Com o resultado dentro de um intervalo já estimado pelos especialistas, as Bolsas internacionais ganharam força, renovando o apetite aos ativos de risco, sobretudo, os atrelados ao setor de commodities.

Enquanto isso, no Brasil, as eleições presidenciais são destaque após a publicação da primeira pesquisa do ano sobre intenções de votos registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Assim, caso a disputa ocorresse hoje, o ex-presidente Lula (PT) venceria o atual presidente Jair Bolsonaro (PL) com uma boa diferença.

+ Derivativos: o guia definitivo para começar a investir

A seguir, as movimentações do pregão na B3:

Maiores altas do índice geral: Lojas Renner (LREN3), Iguatemi (IGTI11), Hapvida (HAPV3), BR Malls (BRML3) e Multiplan (MULT3).

Maiores quedas do índice geral: Locaweb (LWSA3), Santander (SANB11), Banco Inter (BIDI11), Cielo (CIEL3), 3R Petroleum (RRRP3).

Às 13h21 (horário de Brasília), o Ibovespa subia 1,26% aos 105.091 pontos, registrando um volume financeiro de R$11,576 bilhões.

Dólar e juros declinam acompanhando o câmbio externo

O dólar comercial desvalorizava 0,47% contra o real, na cotação de R$ 5,5560 na venda, acompanhando o enfraquecimento da divisa no exterior. Com o resultado da inflação vindo dentro do esperado, o movimento de ajuste tomou conta em praticamente todos os mercados de câmbio.

Isto porque, os números mostraram uma certa desaceleração na tendência de alta os preços, apesar de o CPI ainda permanecer nos maiores níveis históricos. Ao mesmo tempo

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Desse modo, os investidores estão aproveitando este espaço para realizar lucros e reforçar posições, considerando o potencial de recuperação da moeda brasileira. Por fim, os juros futuros seguiam a tônica cambial e registravam queima de prêmio ao longo da curva, eliminando o excesso de risco embutido pelas expectativas de curto prazo.

Quer ficar informado de todas as novidades do mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Bolsa brasileira avança aos 105 mil de olho na inflação dos EUA; dólar cai

Leia também:

Multiplan registra R$ 5,6 bilhões em vendas no 4º trimestre

Via compra 100% do capital social da startup de logística CNT


Sobre o autor