Economia

Boletim Focus: mercado mantém previsão para Selic em 2021, eleva IPCA e mais

Por Fast Trade
30 março 2021 - 07:00 | Atualizado em 30 março 2021 - 07:35
calendário de indicadores econômicos, copom; autonomia do banco central; Boletim Focus

Veja as informações recentes compiladas pelo Boletim Focus sobre as expectativas do mercado em relação à Selic, IPCA, PIB, déficit primário, balança comercial e câmbio.

Esse relatório é divulgado ao mercado toda segunda-feira pelo Banco Central e conta com o resumo das projeções de cerca de 140 instituições.

Taxa Selic e IPCA

Em primeiro lugar, a mediana do mercado indica que a taxa básica de juros da economia vai continuar em 5,00% a.a. em 2021. De acordo com o Boletim Focus, a expectativa para a Selic em 2022 também se manteve inalterada (6,00%).

No entanto, o mercado espera que a taxa cresça em 2023 (de 6,00% para 6,50%), assim como em 2024 (de 6,00% para 6,38%).

Em segundo lugar, a média dos economistas do mercado financeiro renovou a tendência de alta do IPCA. Estima-se que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo encerre 2021 a 4,81%, ante alta anterior de 4,71%. Essa é a décima segunda semana seguida de alta para a previsão do indicador.

Em 2022, a projeção para o índice que é considerado o termômetro oficial da inflação no país permaneceu em 3,51%. Assim também, o mercado não alterou a projeção para o IPCA em 2023 (3,25%), nem em 2024 (3,25%).

Vale destacar, no entanto, que a projeção dos economistas para a inflação já está acima do centro da meta do ano corrente, ou seja, de 3,75%. Uma vez que a margem de tolerância é de 1,5 ponto, isso representa uma variação entre 2,25% a 5,25%.

PIB e déficit primário

Além disso, o Boletim Focus trouxe uma nova perspectiva para o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em 2021. Nesse sentido, a expectativa do mercado financeiro para a economia este ano recuou de alta de 3,22% para 3,18%.

Assim também, a média das instituições consultadas pelo Banco Central indicou um declínio para o PIB de 2022 (passando de 2,39% para 2,34%).

Outro destaque do Relatório é a projeção para a produção industrial de 2021, que passou de alta de 5,10% para 5,24%. Para o próximo ano, a estimativa de crescimento do indicador subiu de 2,48% para 2,50%.

Em relação ao resultado primário do governo em 2021, a expectativa do mercado financeiro é por uma relação entre o déficit primário e o PIB de 3,10%, ante a projeção anterior de 3,00%. Para o próximo ano, essa previsão passou de 2,09% para 2,10%.

Por sua vez, a relação entre déficit nominal e PIB em 2021 passou de 7,10% para 7,50% e de 6,75% para 6,80% em 2022.

Boletim Focus traz novas projeções para balança comercial e câmbio

O Boletim Focus divulgado na véspera (29) manteve a previsão de superávit comercial de US$ 55 bilhões para a balança comercial brasileira em 2021.

Para o ano que vem, a estimativa de superávit avançou de US$ 50,00 bilhões para US$ 50,50 bilhões.

Por fim, o mercado aumentou a projeção para o câmbio em 2021 (de R$ 5,30 para R$ 5,33) e em 2022 (de R$ 5,25 para R$ 5,26).

Continue acompanhando o portal Fast Trade para ficar por dentro das principais projeções para a economia brasileira em 2021.

Leia também: Dólar avança a R$5,76 com preocupações referentes à dinâmica fiscal

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade.


Sobre o autor