Mercados

BofA recomenda a “compra” das ações do Brasil e eleva sua exposição

Por Fast Trade
11 junho 2021 - 15:03 | Atualizado em 11 junho 2021 - 16:18
Nossa agenda local de indicadores econômicos tem como destaque a divulgação da Pesquisa Mensal do Comércio de setembro do IBGE.

A equipe de estratégia do Bank of America elevou a sua exposição a ações brasileiras, recomendando a compra dos ativos. Nesse sentido, a mudança de postura ocorreu devido às expectativas mais positivas para a economia do país em função da reabertura das atividades.

Desse modo, o banco alterou a classificação dos papéis nacionais de marketweight (exposição em linha com a média do mercado) para overweight (exposição acima da média do mercado), considerando o portfólio da América Latina.

Os analistas David Beker, Carlos Peyrelongue e Paula Andrea Soto revisaram suas projeções para o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, passando de 3,4% para 5,2% em 2021, demonstrando a tendência positiva.

+ Guia completo de como ter sucesso na Bolsa de valores

Em contrapartida, o BofA rebaixou a recomendação do Chile reagindo ao resultado das eleições constitucionais locais.

No entanto, os estrategistas continuam fazendo recomendações overweight para o México, devido à aproximação econômica com os EUA e ao baixo risco de inflação e aumento das taxas de juros.

O menor apoio à agenda do presidente Andrés Manuel López Obrador no Congresso do país também foi visto como positivo.

Carteira de ativos BofA América Latina

Ao mesmo tempo, na carteira para a América Latina, os analistas incluíram as ações da Natura (NTCO3) e elevaram a exposição aos grandes bancos como Itaú (ITUB4), Bradesco (BBDC4) e também Banco do Brasil (BBAS3).

De olho nos sinais de recuperação macroeconômica e a melhora da dinâmica de lucros, os ativos são um ponto de destaque no portfólio. Por outro lado, a instituição se mantém cautelosa com os setores de maior risco, como o de serviços, companhias aéreas e shoppings.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Além disso, adicionaram exposição à recuperação econômica do Brasil por meio da Energisa (ENGI11) e removeram a BRF (BRFS3) após a forte alta recente.

Por fim, mantiveram alocação para a Vale em função do valuation, enquanto possuem exposição ao petróleo por meio da colombiana Ecopetrol e Petrobras (PETR4), à medida que avaliaram a redução no ruído político.

Quer ficar informado de todas as novidades do mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

BofA recomenda a compra das ações do Brasil elevando sua exposição

Leia também:

Bolsa brasileira acelera as perdas com bancos e Petrobras; dólar dispara 1%

Ecorodovias aprova oferta de ações e pode arrecadar até R$2,3 bilhões

Como o mercado se posiciona para a abertura desta sexta-feira, 11 de junho


Sobre o autor