EmpresasHome

BNDES ganha R$ 75 bi com ações em cinco anos

Por Eloiza Amaral
02 julho 2019 - 11:08

De acordo com um cálculo encomendando pelo jornal Valor Econômico ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e divulgado nesta terça feira (02), a instituição financeira ganhou R$ 74,8 bilhões em cinco anos através dos ganhos em ações de empresas que é sócia.

Em dez anos os ganhos somaram R$ 66,3 bilhões e, segundo o Valor, juntos ‘’os números correspondem a um aumento da riqueza do banco em um conjunto de empresas abertas que, no fim de março deste ano, representava 88% da carteira de renda variável da BNDESPar’’.

O cálculo considerou a valorização das ações e os proventos que o BNDES recebeu, como dividendos, juros sobre capital próprio, resultado com venda de ações e até mesmo juros sobre debêntures.

Não se pode afirmar que o BNDES lucrou com isso, pois o BNDESPar ainda não vendeu sua carteira e, logo, não teve lucro ou prejuízo com essas operações. O governo tem pressionado bestante o banco para que faça a venda da carteira o mais rápido possível.

Em março, a participação do BNDES em companhias abertas e fechadas, considerando o próprio banco e sua subsidiaria de participações BNDESPar, somava R$ 120,5 bilhões a valor de mercado.

A Taxa de Retorno Interna (TIR) de cinco anos da Petrobras na carteira do BNDES foi de 14,44% ao ano. ‘’Esse desempenho garantiu ao banco um ganho econômico de R$ 30,5 bilhões no período. A maior TIR da carteira é da Gerdau (72,43% ao ano). A menor é da Embraer (negativa em 0,64%). No meio estão papéis como Vale (14,57%), Eletrobras (41,31%), JBS (20,86%) e Suzano (32,71%)’’, apontou o jornal.


Sobre o autor