Economia

Banco Mundial estima queda de 5% para o PIB brasileiro de 2020

Por Bruna Santos
13 abril 2020 - 07:28 | Atualizado em 13 abril 2020 - 07:28
Banco Mundial

Em nova estimativa, publicada na véspera (12), o Banco Mundial projetou uma contração de 5% para o PIB brasileiro 2020. No relatório, a instituição destacou a necessidade de que haja respostas mais urgentes ao forte impacto do coronavírus na economia.

Vale destacar que esse recuo está em uma linha de contraste com o atual cálculo oficial do governo. Atualmente, as estimativas indicam um crescimento zero.

Em contrapartida, o secretário do Tesouro, Mansueto Almeida, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, já têm dado indícios de que o desempenho pode mesmo permanecer em uma esfera negativa neste ano.

Para 2021, o Banco Mundial especula que o PIB brasileiro vai avançar 1,5%, seguido por crescimento de 2,3% em 2022.

No Reino Unido, o governo anunciou um pacote de 200 milhões de libras (US$ 248 milhões), a fim de prevenir uma segunda onda de contágio em regiões vulneráveis.

Conforme o comunicado do Departamento de Desenvolvimento Internacional do governo britânico, 130 milhões de libras serão repassados a agências das Nações Unidas; desses 65 milhões irão para a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Leia mais destaques além da revisão de estimativas do PIB pelo Banco Mundial:

Leia mais destaques além da revisão de estimativas do PIB pelo Banco Mundial:

Ajuda a Estados e municípios impactará os cofres públicos em até R$ 222 bi, afirma Mansueto

Orçamento de Guerra, prévia do PIB brasileiro e dados nos EUA

Destaques corporativos: CVC avança mais de 30% na semana; Petrobras cancela dividendos

Ibovespa fecha em queda, mas não apaga alta semanal de 11,7%

Plenário da Câmara pode votar o Contrato Verde e Amarelo e ajuda a Estados e municípios

Agenda do investidor local inclui dividendos da Raia Drogasil, CCR e Banco Nordeste


Sobre o autor