EmpresasHome

Banco Itaú (ITUB4) – resultado do terceiro trimestre de 2018

Por Eduardo Guimarães
30 outubro 2018 - 10:17

O resultado do Itaú foi regular e veio um pouco abaixo do esperado em termos de lucro líquido recorrente. Os principais destaques negativos ficaram com o crescimento das despesas operacionais, menores ganhos nas operações de tesouraria e menor crescimento das tarifas bancárias. Já do lado positivo, os destaques ficaram com a queda nas despesas com provisões para perdas em crédito e crescimento da carteira no segmento de pessoa física e de pequenas empresas.

E eu com isso

Esperamos impacto levemente negativo no preço das ações (ITUB4) no curto prazo.

As despesas operacionais apresentaram aumento de 6,4 por cento nos noves primeiros meses de 2018 em relação ao mesmo período de 2017. A previsão do banco é de crescimento das despesas operacionais de 0,5 a 3,5 por cento em 2018. Acreditamos que existe risco de o Itaú não conseguir cumprir a previsão de despesas operacionais.

As tarifas bancárias apresentaram queda de 1 por cento em relação ao segundo trimestre, reflexo da deterioração da operação da divisão Rede (máquina de cartões).

O Itaú atingiu retorno sobre o patrimônio líquido (ROE) de 21,3 por cento no segundo trimestre, praticamente um “relógio” comparado ao ROE de 21,6 por cento no mesmo período de 2017 e a 21,6 por cento no segundo trimestre de 2018.

O custo do crédito totalizou 3,6 bilhões de reais no terceiro trimestre, com queda de 9,4 por cento em três meses e retração de 18,2 por cento em 12 meses.
A carteira de crédito total era de 636,4 bilhões de reais em setembro de 2018, crescimento de 10,6 por cento em relação a setembro de 2017 e aumento de 2,1 por cento em relação a junho de 2018.

A margem financeira total atingiu 17,3 bilhões de reais no trimestre, com alta de 0,7 por cento em três meses e de 3,8 por cento na comparação com o terceiro trimestre do ano anterior.

A inadimplência (acima de 90 dias) para pessoa física se manteve estável em 4,5 por cento e a de pequenas e médias empresas ficou em 3,4 por cento.

Leia também:

Mercado volátil empurra Ibovespa ladeira abaixo e dólar fecha a R$3,70

Ibovespa fecha em queda mas mostra forte potencial de recuperação


Sobre o autor