EmpresasHome

Banco do Brasil permanece como favorito do setor por bom cenário para empréstimos, diz Safra Corretora

Por TradersClub
20 fevereiro 2020 - 10:39

Os spreads menores e o teto do cheque especial não devem afetar o crescimento do resultado líquido de juros e dos empréstimos do Banco do Brasil, disse a Safra Corretora em relatório, reafirmando a posição do banco como favorito do setor e elevando o preço-alvo de R$62 para R$68, com recomendação outperform, para incorporar as novas estimativas após os resultados do quarto trimestre.

Segundo os analistas, Luis Azevedo e Silvio Dória, as ações estão sendo negociadas a níveis muito atraentes, com desconto em relação aos principais pares. Eles esperam que o Banco do Brasil registre um crescimento de 10% nos lucros para 2020, acima da média estimada de 4,4% para os pares privados, e de 6,2% da carteira de crédito, com melhoria do mix impulsionada pelo varejo e pequenas empresas. Do outro lado, esperam um desempenho mais fraco da mesa do Tesouro por conta do atual patamar baixo da taxa Selic.

Na última semana, o Banco do Brasil superou as projeções de desempenho da maioria dos analistas, que citam o banco estatal como um dos mais atrativos entre as grandes instituições de varejo. O presidente do banco estatal, Rubem Novaes, disse esperar aumentar os ganhos neste ano e ampliar seu retorno sobre o patrimônio para mais de 18%, aproximando-se da média dos bancos privados, com uma combinação de melhora de eficiência, das margens financeiras e vendas de ativos. O papel ordinário do banco, que ontem negociava a R$49,57, acumula queda de 4,82% nos últimos doze meses.


Sobre o autor