Economia

Balança comercial tem superávit de US$ 2,475 bi em maio; exportação de petróleo sobe 40%

Por Bruna Santos
12 maio 2020 - 07:43 | Atualizado em 12 maio 2020 - 07:43
superávit da balança comercial

A primeira semana de maio rendeu bons frutos para a balança comercial, sobretudo quanto a exportação do petróleo e da soja. De acordo com a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), o Brasil exportou 5,35 milhões de toneladas de soja apenas na primeira semana do mês.

Em 2019, o volume exportado em todo o mês de maio – que contou com 22 dias úteis – totalizou 10 milhões de toneladas. Assim, a média diária das exportações brasileiras de soja mais que dobrou ante a média do mesmo mês de 2019, em apenas cinco dias úteis.

Do mesmo modo, a exportação de petróleo do Brasil apresentou resultados expressivos no período, acumulando aproximadamente 308 mil toneladas ao dia.

Além de representar um aumento de 40,4% na comparação anual, o Brasil acumula 1,5 milhão de toneladas exportadas nos primeiros cinco dias úteis do mês. Em 2019, o montante exportado para o mês completo foi de 4,8 milhões de toneladas.

Embora os preços do petróleo exportado tenham recuado quase 50% na comparação com maio de 2019, os embarques do país seguem fortes com a Petrobras (PETR4), que exportou um volume recorde em abril, aproveitando a forte demanda chinesa.

Por fim, a balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 2,475 bilhões nesse período, segundo informou a Secretaria da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

De acordo com a secretaria, o desempenho foi resultado de exportações no valor de US$ 5,945 bilhões e de US$ 3,47 bilhões em importações.

Com isso, a balança comercial do Brasil está positiva em US$ 14,275 bilhões no ano, até a semana passada. Do total, US$ 73,306 bilhões foram exportados e US$ 59,031 bilhões importados.

Leia mais referências da balança comercial e da exportação de petróleo:

Exportação da soja brasileira renova recorde em abril e balança comercial tem superávit

Petróleo fecha negativo em meio a temores sobre a demanda

Ibovespa cai 1,5% com blue chips e incertezas no exterior

Dólar avança a R$5,81 com o aumento de casos de Covid-19

Leilões de infraestrutura serão mantidos apesar da pandemia


Sobre o autor