EconomiaHome

Balança comercial brasileira tem superávit de US$ 2,293 bi no pior julho em 5 anos

Por Bruna Santos
02 agosto 2019 - 10:16
recuperação econômica; ministério da economia

Embora a balança comercial brasileira tenha registrado superávit de US$ 2,293 bilhões em julho, este é o pior resultado para o mês desde 2014, quando totalizou US$ 1,562 bilhão.

Segundo o Ministério da Economia, o saldo ficou abaixo do previsto pelo mercado (US$ 3,8 bilhões), conforme pesquisa da Reuters.

A fraco desempenho das atividades econômicas no País refletiu tanto na ponta das exportações, bem como nas importações.

Em julho, as exportações recuaram quase 14,8% em comparação ao mesmo período de 2018, pela média diária (US$ 20,054 bilhões).

Paralelamente e na mesma base comparativa, as importações também caíram, embora de forma mais singela (8,9%), a US$ 17,761 bilhões.

Mesmo a soma dos sete primeiros meses do ano US$ 28,369 bilhões representa uma queda de 16,3% em igual comparativo.

Para o subsecretário de Inteligência e Estatísticas de Comércio Exterior, Herlon Brandão, o resultado foi afetado pela menor demanda externa.

Entretanto, ele afirma que não apenas a desaceleração da economia mundial afetou os índices, mas também “a menor demanda interna por conta de desempenho aquém do esperado para a economia nacional”

Analistas ouvidos pelo Banco Central para publicação do boletim Focus apontam que o resultado consolidado da balança no ano deve registrar saldo positivo de US$ 52 bilhões em trocas comerciais, contra superávit de US$ 58 bilhões do ano anterior.

Em junho, o Ministério da Economia passou a prever um superávit comercial de US$ 56,7 bilhões para este ano.

O PIB 2019 também foi revisto de alta em 2,5% no começo do ano para, no último mês, 0,81%


Sobre o autor