Mercados

B3 revisa mais dados sobre saldo estrangeiro; entrada de R$ 72 bi vira saída de R$ 7 bi

Por Fast Trade
23 maio 2022 - 06:57 | Atualizado em 23 maio 2022 - 08:01
Portabilidade de investimentos
Imagem: Divulgação/B3

Na tarde de sexta-feira (20), a B3 realizou uma revisão adicional dos dados referentes ao fluxo de capital estrangeiro na bolsa, incluindo, agora, os anos de 2020 e 2021. A revisão deste ano foi feita em abril, quando a companhia identificou erros metodológicos.

De acordo com o Valor Econômico, o erro deixou o mercado perplexo. Em 2021, por exemplo, o saldo de investimento estrangeiro antes da revisão era de R$ 72 bilhões e após a validação dos dados passou a ser negativo em R$ 7 bilhões.

+ Boleta Spread: Fique por dentro desta ferramenta!

Dessa maneira, a tese de alguns analistas e gestores de que a bolsa brasileira estava sendo sustentada por entrada de capital estrangeiro foi estrangulada.

Segundo a B3, os empréstimos de ações foram retirados do cálculo, uma vez que não envolvem aportes financeiros. Já no caso da oferta de ações, a companhia substituiu as informações dos anúncios de encerramento pelos dados de liquidação de IPOs e “follow-ons” nos sistemas. A mudança favorece a tempestividade dos dados.

A confusão trazida pelo erro metodológico só não foi maior porque os saldos de transações da bolsa é um jogo de soma zero. Ou seja, transferiu-se às pessoas físicas e institucionais tudo o que havia sido atribuído aos investidores estrangeiros.

Repercussão

Contudo, a B3 é a principal fonte de informações sobre o mercado de renda variável no Brasil, uma vez que concentra todas as transações do setor. Dessa forma, a confiança nos dados é essencial para investidores e analistas. Sendo assim, o erro impulsionou críticas sobre a concentração do mercado.

+ Guia do Investidor Iniciante: Baixe agora!

A companhia nasceu entre fusões e aquisições, o que acarretou na união de vários sistemas que até hoje têm dificuldade de integração, o que traz dificuldade à gestão de dados. 

A notícia positiva é que a B3 anunciou neste mês um acordo com a Microsoft e a Oracle para a migração do sistema para nuvem e o desenvolvimento de novos produtos e serviços.

Quer saber como é a alta performance em operações utilizando a plataforma de negociação mais ágil do Brasil? Então cadastre-se no Fast Trade e tenha 7 dias de teste grátis.

B3 revisa mais dados sobre saldo estrangeiro; entrada de R$ 72 bi vira saída de R$ 7 bi

Leia também:

Ibovespa fecha em alta apoiado pelas commodities e contabiliza ganho semanal de 1,45%


Sobre o autor