EmpresasHome

B2W adquire startup avançar no comércio eletrônico de alimentos

Por Pablo Vinicius Souza
14 janeiro 2020 - 20:00

A B2W (BTOW3) anunciou a aquisição da startup de supermercados SuperNow, visando elevar sua competitividade para atuar no segmento de comércio eletrônico de alimentos.

Embora tal nicho ainda seja pouco explorado, grandes marcas como Grupo Pão de Açúcar e Carrefour, já iniciaram a disputa por um posicionamento estratégico no setor.

Com essa compra, a B2W volta a fazer investimentos na área de varejo, depois de concentrar esforços em aquisições de companhias focadas em sistemas, tecnologia e distribuição.

O objetivo agora é construir uma estrutura de marketplace voltada ao varejo alimentar, para divulgar e vender itens de diversos lojistas e empresas de diferentes portes.

Nesse caso, os clientes poderão acessar o shopping virtual (SuperNow), escolher o supermercado e realizar as compras on-line, que os produtos serão entregues em até duas horas.

Essa é a meta da statup, apesar de ser muito ousada e demandar uma estrutura logística e operacional muito bem alinhada e com processos muito bem definidos.

Segundo apurou o Valor, a B2W deseja colocar a carteira de varejistas na Americanas.com e pretende ampliar a lista de lojistas atendidos, tendo em vista as centenas de mercadinhos espalhados pelo país.

Potencialmente, os ganhos poderão ser de escala, pois, a companhia pretende agregar essa atividade à sua estrutura já montada para realizar as entregas.

Na disputa pela liderança em comércio eletrônico, a B2W terá que avançar mais rápido que as suas concorrentes, driblando os desafios e custos de distribuição vinculados ao varejo de alimentos.

Contudo, a companhia já está um passo à frente das demais em termos de infraestrutura, operações e planejamento, o que facilita a sua entrada e adaptação ao segmento.


Sobre o autor