Empresas

AZUL4: Azul anota prejuízo de R$ 1,2 bilhão no 3T20, mas melhora previsões

Por Fast Trade
17 novembro 2020 - 12:51 | Atualizado em 17 novembro 2020 - 17:03
Azul desiste de comprar Latam

A Azul (AZUL4) registrou prejuízo líquido ajustado, excluindo eventos não recorrentes, ganhos e perdas com marcação a mercado e variação cambial, de R$ 1,22 bilhão.

De acordo com a Companhia, isso representa uma perda de R$ 3,57 por ação preferencial, e US$ 1,99 por ADR.

Segundo os destaques financeiros e operacionais da empresa, seu desempenho entre julho e agosto ainda reflete os impactos da pandemia de covid-19.

No geral, o segmento foi duramente afetado pelas restrições à atividade e interrupção do tráfego aéreo.

Na contramão dos reflexos negativos, a Companhia foi beneficiada por um ganho não recorrente de R$ 424,1 milhões no terceiro trimestre.

Conforme o press release, esse ganho está atrelado à renegociação dos contratos de arrendamento de aviões. Nesse sentido, houve postergação de pagamentos, descontos e modificações contratuais.

De acordo com o presidente da Azul, John Rodgerson, a aérea foi a única das Américas a manter sua liquidez sem levantar caixa.

Foi registrado um total de caixa, equivalentes de caixa, aplicações financeiras de curto prazo e contas a receber de R$ 2,30 bilhões no terceiro trimestre ante R$ 2,25 bilhões do trimestre imediatamente anterior.

Esse montante não engloba os recursos captados com a recente oferta de emissão de debêntures conversíveis de R$1,7 bilhão.

Para Rodgerson, esse aumento de caixa mostra uma melhora significativa em relação à queima diária de caixa de R$ 3 milhões originalmente esperada.

Baixe agora: Derivativos – O guia definitivo para começar a investir

Plano de retomada da AZUL4

Em relatório, a Companhia enalteceu a implementação do plano de retomada das operações. A medida tem como meta a geração de uma economia de caixa e capital de giro de R$ 8,4 bilhões entre março 2020 e dezembro do ano que vem.

O CEO da Azul destacou que a “robusta posição de liquidez” alcançada pela aérea “garantirá” sua perenidade.

Para os últimos três meses deste ano, a Azul projetou uma queima diária de caixa de aproximadamente R$ 1,5 milhão, sem amortização de dívida programada, como resultado das negociações com bancos.

Outra estimativa da empresa é que a oferta doméstica chegue a cerca de 80% da oferta pré-coronavírus no 4T20.

Em setembro, a capacidade doméstica da Azul representou 49% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Baixe gratuitamente: E-book o que ninguém te conta sobre os investimentos em ações

Receita e Ebitda

No 3T20, a receita líquida da Azul disparou 100,5% frente ao segundo trimestre do mesmo ano (R$ 401,6 milhões), totalizando R$ 805,3 milhões.

Em contrapartida, o indicador despencou 73% na comparação anual em razão da pandemia que abalou, dentre outros pontos, a demanda de passageiros.

Por outro lado, suas despesas operacionais recuaram 57,9%, para R$ 1,05 bilhão, seguido dos gastos com combustíveis (-72,1%, para R$ 226,1 milhões).

Assim também, as despesas com folha de pagamento contraíram 36%, para R$ 309,6 milhões.

Já o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) caiu 78%, para R$ 198,3 milhões.

Na frente operacional, a oferta de voos (ASK) recuou 66,6%, enquanto a demanda (RPK) declinou 69%. Por sua vez, a taxa de ocupação foi de 78,4% no terceiro trimestre. A ocupação do mesmo intervalo de 2019 era de 84,3%.

Acesse o resultado do terceiro trimestre da Azul na íntegra e confira as atualizações sobre retomada.

Baixe agora: Guia completo de como ter sucesso nas operações de day trade

Azul liquida oferta pública de debêntures

Por fim, a Azul concluiu o “bookbuilding” da oferta pública de distribuição de debêntures conversíveis em ações preferenciais para sustentar seu capital de giro.

Além disso, a Companhia planeja investir na expansão da atividade de logística e “outras oportunidades estratégicas”.

Para mais detalhes da operação, acesse: Anúncio de Encerramento – Debêntures Conversíveis. Veja também: Liquidação da Oferta Pública de Debêntures Conversíveis no Brasil.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre as técnicas e estratégias aplicadas ao day trade? Participe do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Por fim, leia também:

Telefônica (VIVT3) pagará R$ 400 mi em JSCP e resultado da Notre Dame (GNDI3)


Sobre o autor