Ações

Ativa acredita que o 2° trimestre dos frigoríficos será positivo, mas não para todos

Por Fast Trade
13 julho 2022 - 06:00 | Atualizado em 20 julho 2022 - 12:45
Créditos: shutterstock.com

Segundo a Ativa Investimentos, os frigoríficos devem entregar resultados positivos no 2° trimestre de 2022, dando continuidade aos bons números reportados de janeiro a março deste ano. Entretanto, apesar de sugerir que o segmento de carnes bovinas terá destaque, a Ativa acredita que uma companhia talvez não siga a tendência de resultados em alta: a BRF (BRFS3).

+ Disciplina operacional: como desenvolvê-la?

Na verdade, a gestora acredita que a BRF deverá apresentar bons números, mas nada muito surpreendente. Dessa forma, a projeção da Ativa prevê a ampliação de receita, mas isso contando com o apoio do melhor cenário das exportações de aves para o Oriente Médio e a Ásia. Além disso, acredita que haverá alguma recuperação de margens, porém elas ainda devem vir pressionadas.

Segundo a gestora, o preço dos grãos será um dos principais fatores que devem impactar sobre as margens da BRF. Isso porque esse item é um dos principais na produção da empresa. Soma-se a isso os altos custos com energia e mão de obra. Contudo, a recuperação deve acontecer, e a melhora deve aparecer nos próximos trimestres.

Outros frigoríficos analisados pela Ativa

Observando outras empresas do setor, como a JBS (JBSS3) e a Marfrig (MRFG3), a expectativa é de resultados mais satisfatórios. Porém, devem apontar alguma proporção de queda na comparação trimestre a trimestre. No caso da JBS, a estimativa é de que haja sensível recuperação devido a unidade da Seara, pois ela conta com as exportações de aves.

+ Guia de A a Z de como se tornar um Trader: Baixe agora!

Vale mencionar também a Minerva (BEEF), uma vez que houve crescimento nas exportações de carne bovina para a Ásia e os Estados unidos. Com isso, a Ativa estima que as margens do 2° trimestre devem vir mais elevadas para a empresa. Por fim, a gestora recomenda a “compra” das ações da JBS pelo preço-alvo de R$ 48,20; para a Minerva, o preço-alvo é de R$ 17,20; já para a Marfrig, as ações têm o preço-alvo de R$ 23,10, e para BRF o preço-alvo é de R$ 17,20.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe gratuitamente do Canal do Fast Trade no Telegram!

 

Leia Mais:

Dólar fecha sessão em R$ 5,4385, alta de 1,27%; câmbio tem maior patamar desde janeiro


Sobre o autor