Economia

Ata do Fomc mostrou que a redução dos estímulos irá até meados de 2022

Por Fast Trade
13 outubro 2021 - 16:45 | Atualizado em 13 outubro 2021 - 17:39

A ata da última reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc) mostrou que a redução dos estímulos irá até meados de 2022. Segundo o documento, o processo de compras de títulos que deve começar a partir de novembro, deve passar por uma fase de aceleração.

Isto porque, os dirigentes do Federal Reserve avaliaram reduzir o programa de compras de ativos privados em US$ 15 bilhões por mês. No entanto, alguns integrantes consideraram agilizar o processo de “tapering”, de modo que a nova política acompanhe a recuperação econômica.

Por esse motivo, a instituição pretende elaborar um plano de redução gradual das aquisições, cujo término seria em julho de 2022.

+ Derivativos: o guia definitivo para começar a investir

A maior parte dos integrantes do Fed concordou que o planejamento preliminar sugerido fornece uma trajetória adequada à redução das compras de ativos. Além disso, eles enfatizaram que a sinalização antecipada das decisões pode minimizar os riscos de uma reação negativa nos mercados.

Em contrapartida, os dirigentes se mostraram preocupados de que o elevado grau de acomodação fornecido pelas diretrizes que asseguram a manutenção da liquidez possa aumentar os riscos de estabilidade do sistema financeiro. Por isso, a pressa na redução do programa de compras de títulos.

Cenário de riscos e demais considerações

O documento divulgado pelo Banco Central americano também mostrou que há risco de um potencial aperto das condições financeiras diante de um novo aumento dos casos de Covid-19.

Ao mesmo tempo, a instituição considera que a política fiscal pode ser um fator limitante ao desenvolvimento da economia, à medida em que os estímulos acabarem.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Por fim, a ata deixou claro que houve um progresso significativo em relação às metas estabelecidas para o período e que isso, por si só, não implica no aumento da taxa de juros.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Ata do Fomc mostrou que haverá redução dos estímulos até meados de 2022

Leia também:

Adição de 1% na Selic será suficiente para trazer a inflação à meta, diz Kanczuk

Bolsa e dólar avançam com inflação nos EUA e vencimento de opções no Brasil

Ambipar adquire Brasil Coleta através de sua controlada Environmental ESG


Sobre o autor