HomePolítica

Após superávit comercial, governo elevou projeção de superávit do ano para US$ 56,7 bi

Por Pablo Vinicius Souza
02 julho 2019 - 10:19
recuperação econômica; ministério da economia

Ontem, o Ministério da Economia informou superávit de US$ 27,13 bilhões no primeiro semestre de 2019 da balança comercial brasileira.

A partir disso, o governo elevou projeção de superávit do ano para US$ 56,7 bilhões.

Anteriormente, o superávit era estimado em US$ 50,1 bilhões no ano. O saldo representa uma diferença entre exportações e importações.

Isso, contudo, não quer dizer que haverá melhora nas vendas externas, ressaltou o ministério da Economia.

De acordo com a publicação, a melhoria será decorrente de uma queda nas projeções de exportações e importações.

Para a Secretaria Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais do Ministério da Economia, as exportações devem recuar 2% no ano, ante ao valor exportado no ano anterior.

A projeção se baseia no desaquecimento do comércio global, assim como a queda de preços em algumas commodities.

Em contrapartida, as importações podem cair até 1,9%. Neste caso, o recuo é atribuído à lentidão na recuperação da economia.

“A economia global terá um crescimento ainda mais baixo decorrente do enfraquecimento das relações de comércio internacional”, afirmou o secretário de Comércio Exterior do Ministério da Economia, Lucas Ferraz.

“O Brasil, naturalmente, sofre consequências disso”, concluiu Ferraz, depois que o governo elevou projeção de superávit deste ano.

Leia mais:

Indicadores econômicos: IPC-S Capitais; produção industrial; condições empresariais e mais

Governo prestará contas dos 200 dias de mandato, diz Planalto

Pode acontecer hoje leitura de voto complementar da Previdência

Parecer do pacote anticrime pode ser apresentado nesta manhã

Neonergia passa a ser listada na B3 e é bem recebida pelos investidores


Sobre o autor