HomeMercados

Após sensações dos EUA ao Irã, Opep se manifesta contra o “uso político” do petróleo

Por Pablo Vinicius Souza
02 maio 2019 - 10:36
Petróleo

As sanções impostas pelos Estados Unidos ao Irã podem causar um recuo de 400 mil barris por dia neste verão.

Hoje, em visita ao Teerã, o secretário-geral da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), Mohammed Barkindo advertiu o uso político dos mercados de petróleo.

De acordo com o Estadão, o Irã tem sofrido com as sanções e as projeções para o verão são preocupantes.

Todavia, Barkindo afirmou em conferência que a Opep trabalha para “despolitizar o petróleo” e “isolar nossa organização contra a geopolítica”.

Isso, no entanto, não é o único responsável pelo recuo na economia da região.

Em 2018, Donald Trump retirou os Estados Unidos do acordo multilateral sobre o programa nuclear iraniano, de 2015.

Surpreendentemente, antes disso, o Irã exportava 2,5 milhões de barris por dia, de acordo com a Dow Jones Newswires.

Leia mais:

Federal Open Market Committee pressiona índices; Europa começa em baixa operação do dia

Saiba quais são os principais compromissos econômicos globais para esta quinta-feira

Bolsonaro admite que governo enfrenta dificuldades e fala superficialmente do 1º de Maio

Após “tweets”, Rodrigo Maia afirma não ter interesse em conflitos com Jair Bolsonaro

Sergio Moro defende Coaf no ministério da Justiça e Segurança Pública: “Guedes não quer”

Governo quer melhorar os negócios no Brasil; no radar, facilitação de portabilidade de crédito

 


Sobre o autor