AçõesHome

Alvoroço por Bolsonaro mantém Ibovespa em alta e dólar fecha a R$3,68

Por Fast Trade
22 outubro 2018 - 18:06 | Atualizado em 30 dezembro 2020 - 18:24
Dólar (DOLFUT): Em dia de ata do Copom, dólar cai com exterior e à espera de falas de diretores do Fed

O mercado permanece em alvoroço com o aumento das chances de vitória do candidato Jair Bolsonaro (PSL). O Ibovespa ignora o mau humor em Wall Street e pedala junto aos índices asiáticos, registrando alta e firmando seu desempenho acima dos 85 mil pontos. Ás 17h52 (horário de Brasília) já no after market, a Bolsa brasileira apresenta valorização de 1,63% e registrava um volume financeiro de R$11,712 bilhões.

O dólar comercial, seguindo o rali eleitoral, fechou em queda de 0,74%, sendo cotado a R$3,68. Os juros futuros também apresentaram queda, principalmente depois que o candidato do PSL anunciou proposta de manter o atual presidente do Banco Central e sua independência formal. A DI para dezembro de 2019 caiu 1,33%, sendo cotada a 7,44%, a DI para junho de 2021 recuou 1,92% fechando a 8,69%, e a DI para junho de 2025 despencou em 14,58%, sendo negociada a 10,03%.

Em mais um dia de valorização, as ações das estatais deslancharam. No mesmo horário, os papéis da Petrobras (PETR3 e PETR4) aumentaram 2,52% e 2,28% respectivamente, da Eletrobras (ELET6) avançaram 1,83%, do Banco do Brasil (BBAS3) ganharam 0,56% e da Vale (VALE3) subiram 3,22%.

Ibovespa dispara, dólar cai e economia vê cenário otimista para 2018

Banco do Brasil (BBAS3) e UBS – Criação de nova gestora

Cenário eleitoral

Mesmo sendo acusado de praticar caixa 2 para impulsionar mensagens falsas via Whatsapp, o candidato Jair Bolsonaro (PSL) ainda segue liderando a corrida presidencial com 57% das intenções de votos válidos contra 43% de Fernando Haddad (PT), segundo a pesquisa CNT/MDA divulgada nessa segunda (22).

A ministra Rosa Weber, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), aceitou o pedido formulado pelo PT para investigar as infrações na campanha de Bolsonaro, mas afirmou que não pretende acelerar o processo devido à realização do segundo turno das eleições, que já acontece no próximo domingo.

Enquanto isso, o candidato do PSL já com liberação médica para participar de eventos públicos, alega que não comparecerá aos debates do 2º turno devido à questões de segurança e eleva o tom das críticas ao seu concorrente em um vídeo no qual fala expressamente que ele (Fernando Haddad) e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, “vão apodrecer na cadeia”.

Cenário eleitoral faz Estatais impulsionarem alta da Ibovespa

Cenário Externo

As Bolsas europeias fecharam em queda, revertendo o cenário positivo da abertura do pregão. Empresas que atuam nos setores petrolífero, telecomunicações e serviços de consumo foram as mais impactadas pelo desempenho ruim visto em Wall Street. O índice pan-europeu Stoxx 600 fechou em baixa de 0,42%, o DAX de Frankfurt caiu 0,26%, o FTSE 100 de Londres recuou 0,10%, o CAC 40 de Paris reduziu em 0,62% e o FTSE Mib de Milão encerrou em queda de 0,60%.

Em contrapartida, as Bolsas Asiáticas, capitaneadas pelo índice de Xangai, fecharam em alta, sobretudo, depois de autoridades chinesas sinalizarem apoio ao desenvolvimento econômico do país, apresentando projetos para redução de impostos e incentivo ao consumo. O índice Xangai Composto fechou com valorização de 4,09%, o Nikkei 225 de Tóquio avançou 0,37%, o Hang Seng de Hong Kong aumentou 2,32% e o Kospi do Seul, teve alta de 0,25%.

Aprenda a declarar a tributação de day trade em 6 passos


Sobre o autor