Economia

Adição de 1% na Selic será suficiente para trazer a inflação à meta, diz Kanczuk

Por Fast Trade
13 outubro 2021 - 15:02 | Atualizado em 13 outubro 2021 - 16:45

O diretor de política econômica do Banco Central, Fábio Kanczuk, disse que as adições de 1% na Selic serão suficientes para trazer a inflação à meta em 2022. Durante um evento organizado pelo HSBC, o executivo comentou sobre possíveis mudanças na política monetária do país.

Nesse sentido, ele enfatizou que a instituição pretende focar no alcance da meta projetada para o ano que vem, ao invés de perseguir a média móvel dos anos 2022 e 2023.

Depois de confirmar que esta continua sendo a regra geral de atuação do BC, Kanczuk explicou que o momento atual exige flexibilidade frente aos elevados níveis de inflação. Por isso, o ano que vem é “realmente onde estamos olhando”, apesar de não desprezar o panorama da média móvel.

+ Derivativos: o guia definitivo para começar a investir

Acima de tudo, o diretor enfatizou a importância de a instituição olhar para um horizonte de um ano e meio à frente. No entanto, ele destacou que o BC está 50% focado em 2022 e 50% em 2023.

Isto porque, neste momento, a instituição promoverá o relaxamento da regra geral visando conter o avanço da inflação. “Como em outros bancos centrais, essa é uma diretriz, e você tem que ser flexível sobre ela” – explicou Kanczuk.

Por esse motivo, a comunicação realizada na ata da última reunião de política monetária mostrou, de forma expressa, que o alvo de política monetária “é o ano calendário de 2022 e, em menor grau, o de 2023”.

Ancoragem e demais perspectivas

Kanczuk informou que os números mostram que a ancoragem já está melhorando no longo prazo, considerando a relevância das projeções efetuadas pelo BC. Desse modo, embora as estimativas do mercado possam divergir, a instituição avalia o cenário utilizando apenas os próprios dados.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Na visão do executivo, em certas situações, “a ancoragem de inflação vem acima de tudo”, apesar de a política monetária tradicional olhar para modelos, projeções, balanços de risco, etc. Por fim, ele ressaltou que a alta na inflação não parece ter ligação com as transferências de renda, embora seja o motivo de outras ocasiões.

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Adição de 1% na Selic será suficiente para trazer a inflação à meta, diz Kanczuk

Leia também:

Bolsa e dólar avançam com inflação nos EUA e vencimento de opções no Brasil

Ambipar adquire Brasil Coleta através de sua controlada Environmental ESG

Rússia atenderá todas as necessidades da Europa sobre gás natural, diz Putin


Sobre o autor