Empresas

Acordo entre Direcional e Cyrela pode abrir frentes de crescimento, diz Bradesco BBI

Por Fast Trade
18 janeiro 2022 - 16:05 | Atualizado em 18 janeiro 2022 - 17:32
dividendos

O Bradesco BBI avaliou o acordo celebrado entre as construtoras Direcional e Cyrela como positivo, acreditando que a iniciativa pode abrir frentes de crescimento. A equipe de análise acredita que, embora o negócio não seja transformacional, tem o potencial de agregar valor às duas empresas.

Nesse sentido, vale esclarecer que a Direcional assinou um documento para a aquisição de 60% da participação em quatro projetos imobiliários da Cyrela. Trata-se de um contexto, no qual, o objetivo é tornar esta relação vantajosa para ambas, atingindo, ao mesmo tempo, metas individuais e coletivas.

+ Índice e Mini Índice: Desvendando os contratos futuros

Para a Direcional, esta parceria funcionará como espécie de selo que atestará a qualidade de sua eficiência e execução nas construções. Em contrapartida, para a Cyrela, o negócio ajudará a resolver o problema de seu banco de terrenos não utilizados no Rio de Janeiro, abrindo espaço para novos lançamentos.

Isto porque, a construtora tem um histórico de parcerias estratégicas bem-sucedidas e a Cury, na qual a Cyrela é acionista, é uma das principais empresas que atuam no mercado carioca.

“Acreditamos que a Cury pode ter se abstido de se comprometer com projetos Faixa 2 em meio aos atuais desafios de custo que estão pesando muito no segmento. Portanto, isso abriu uma oportunidade para a Direcional entrar e agarrar outra via de crescimento para a empresa” – disseram os analistas Bruno Mendonça, Hugo Grassi e Pedro Lobato.

Detalhes da parceria

O acordo firmado entre as construtoras prevê a construção de 3.560 unidades com Valor Geral de Vendas (VGV) total de R$ 625 milhões. Acima de tudo, os empreendimentos serão focados na faixa 2 do programa habitacional do governo federal, o Casa Verde Amarela.

Ao mesmo tempo em que a Direcional pode contribuir com a sua expertise nos segmentos de baixa renda, o estado do Rio de Janeiro possui um imenso déficit de habitações. Por isso, o Bradesco BBI atribuiu a recomendação de “compra” para as ações das duas companhias, estimando forte geração de valor.

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

Para a Cyrela (CYRE3) o preço-alvo é de R$ 28 com potencial de alta em 98% sobre a cotação de fechamento da véspera, enquanto para a Direcional (DIRR3) o preço-alvo é de R$ 20, considerando uma valorização de 84,3% na mesma base.

Quer ficar informado de todas as novidades do mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram através do link: https://t.me/plataformafasttrade

Acordo entre Direcional e Cyrela pode abrir frentes de crescimento, diz Bradesco BBI

Leia também:

Even: resultados operacionais fortes justificam a previsão de alta para as ações

Mercado de futuros deve ser um catalisador de volatilidade do Bitcoin, diz Glassnode


Sobre o autor