EmpresasHome

Ações da Priner captam o menor volume para um IPO na B3 desde 2013

Por Bruna Santos
18 fevereiro 2020 - 09:45

As ações da Priner (PRNR3), atuante da área de soluções de acesso, pintura industrial, tratamento de superfície, isolamento térmico e habitáculo pressurizado para áreas offshore e industriais, estrearam na Bolsa paulista com uma forte valorização.

Com preço-alvo do IPO fixado em R$ 10 por ação, os papéis da companhia no Novo Mercado avançavam 32,40%, a R$ 13,24 entre às 16h15.

Não houve venda do lote adicional, que era uma tranche secundária de ações detidas pela Leblon Equities.

Embora tenha se valorizado bastante ao longo do dia, a oferta de ações da Priner captou o menor volume para um IPO na B3 desde 2013, totalizando R$ 173,9 milhões.

De acordo com a companhia, esses recursos serão destinados para completar o processo de aquisição da Smartcoat Engenharia e Revestimento.

Atualmente, a Priner já detém 75% do capital da empresa.

Outra aquisição no radar da companhia será a do Comércio e Instalação de Isolantes Removíveis e Reutilizáveis, conforme ela própria.

Nesse sentido, a empresa de serviços industriais é dona de 51% do capital.

Assim também, a Priner usará parte dos recursos para aquisição de máquinas e equipamentos e reforço da estrutura de capital.


Sobre o autor