HomeMercados

Abertura do mercado asiático deve impulsionar exportações brasileiras de carne em 2020

Por TradersClub
10 janeiro 2020 - 11:42
superávit da balança comercial

A peste suína africana na Ásia e em outros países da Europa e a abertura dos mercados chinês, saudita, sul-coreano e mexicano a novas plantas brasileiras devem impulsionar as exportações de carne em 2020, disseram analistas do BB Investimentos em relatório.

A análise da estrategista Luciana Carvalho, que circulava ontem no mercado, aponta que, em dezembro, as exportações brasileiras de carne bovina tiveram alta de 17% na comparação anual, enquanto os preços médios em dólares mantiveram a tendência do segundo semestre e cresceram 32% no ano. Segundo o banco, há espaço limitado para incrementos adicionais nos preços no curto prazo, e o volume de exportações para a China deve manter tendência similar com a aparente normalização dos estoques do país. Ainda assim, o momento é de otimismo com os frigoríficos brasileiros, que devem ver uma valorização dos papéis negociados na bolsa ao longo de 2020.

Carvalho também aponta que o atual conflito geopolítico no Irã não será relevante para as exportações brasileiras, já que o país encerrou 2019 com uma fatia de 3,5% do total exportado do país. Com as perspectivas positivas, Marfrig ON, Minerva ON e JBS ON têm altas acumuladas nos primeiros dez dias do ano de 9,54%, 4,52% e 9,73%, respectivamente.


Sobre o autor