Dólar e Câmbio

À espera da decisão do Copom, dólar cai a R$ 5,27 no menor nível desde setembro

Por Fast Trade
01 fevereiro 2022 - 18:44 | Atualizado em 01 fevereiro 2022 - 20:22
Dólar (DOLFUT): Em dia de ata do Copom, dólar cai com exterior e à espera de falas de diretores do Fed

O dólar comercial fechou em queda de 0,68% nesta terça-feira (01), na cotação de R$ 5,2710 na venda, atingindo o menor nível desde setembro de 2021. Com o aumento do apetite ao risco no exterior, a divisa americana perdeu força, conseguindo mergulhar além da fronteira psicológica na faixa de R$ 5,30.

Nesse contexto, a diplomacia do governo russo nas negociações com a Ucrânia e as perspectivas de resolução do conflito geopolítico tranquilizaram os investidores. Além disso, a proximidade com a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central ajudou o real a dar continuidade no rali de valorização visto nos últimos pregões.

+ Calendário do Trader 2022: Baixe agora!

Amanhã, após o fechamento do mercado, será divulgada a nova diretriz para a taxa básica de juros e a expectativa é de elevação na Selic em 1,5 ponto percentual, para 11,75% ao ano. Como resultado, o Brasil se tornará um dos países mais atrativos a investimentos, pois, terá uma das maiores taxas ajustadas em 1 ano.

“O real já vem de um patamar fraco, em um momento em que os preços das commodities estão altos e o carry (retorno) das taxas reais de juros é o mais elevado entre as moedas de mercados emergentes (…)” – explicaram os analistas do J.P Morgan.

Juros futuros têm viés de queda fechando perto das mínimas

Os contratos de juros futuros encerraram em queda, chegando perto das mínimas, em sintonia com o câmbio e à espera da decisão do Copom. Neste pregão, houve uma redução dos temores inflacionários de curto prazo, enquanto o fluxo de recursos estrangeiros, novamente, conduzia as movimentações.

Isto porque, o melhor desempenho do real viabilizou a redução do prêmio de risco associado a curva a termo, levando os DIs a um ajuste. Por fim, os trechos mais curtos registraram variações moderadas, precificando o tom mais rígido do BC. Desse modo

+ Guia de A a Z de como se tornar um trader

O DI junho/2022 caiu a 11,55% (11,59% no ajuste anterior), o DI julho/2023 recuou para 12,04% (12,21% no ajuste anterior) e o DI julho/2025 declinou a 11% (11,20% no ajuste anterior).

Quer ficar informado de todas as novidades sobre o mercado financeiro? Então participe do Canal do Fast Trade no Telegram acessando o link: https://t.me/plataformafasttrade

À espera da decisão do Copom, dólar cai a R$ 5,27 no menor nível desde setembro

Leia também:

Balança comercial brasileira encerra janeiro com déficit de US$ 176 milhões

Totvs anuncia a aquisição da Mobyle2you por R$ 226,9 milhões


Sobre o autor