Blog

Trader

Time Frame: como escolher o melhor tempo do gráfico de negociação do dia?

Por Adriano Ignatti
28 setembro 2020 - 15:55 | Atualizado em 22 outubro 2020 - 16:09
Time Frame: como escolher o melhor tempo do gráfico de negociação do dia?

Time frame é um dos conceitos mais importantes para qualquer trader que deseja operar na Bolsa de Valores – B3. Ao entendê-lo, você conseguirá analisar gráficos de forma mais precisa e obter as informações necessárias para tomar as melhores decisões sobre suas operações. Trata-se de um assunto importante para que você maximize lucros e conquiste a independência financeira.

Entretanto, nem todo player – investidor ou trader – sabe o que é time frame, qual é sua finalidade e como estabelecê-la. Se você também tem dúvidas sobre o tema, continue lendo este artigo em que respondemos as principais questões!

O que exatamente é time frame?

Também encontrado como tempo gráfico ou periodicidade, o time frame é o intervalo de tempo que o trader usará para fazer análise gráfica sobre os ativos que opera. Na prática, manipula-se o eixo do tempo no gráfico para que ele demonstre as movimentações de ativos e o comportamento de players a cada determinados minutos, horas, dias, semanas ou meses.

Qual é sua importância para o sucesso do trader?

Durante a realização da análise técnica (ou gráfica) – estudo do comportamento de preços e volume de negociações –, os sinais gerados em um time frame podem não estar visíveis em outro.

Isso ocorre pelo fato de que um mesmo ativo pode ser analisado em diversas periodicidades diferentes. Os padrões disponibilizados em um gráfico temporal de minutos não serão identificados em um de dias ou semanas, e vice-versa.

Por exemplo, é possível estabelecer um gráfico mensal e que apresente as variações de preço entre janeiro e abril de 2020, ou escolher que sejam disponibilizadas as alterações das últimas 24 horas.

Imagine que essas periodicidades sejam apresentadas por candle ou candlesticks – cada “vela” do gráfico mensal representará um dia ou semana. Já no diário, as velas consistirão nas variações em minutos.

É importante saber como estabelecer o time frame ideal, pois isso garantirá que você leia o gráfico da melhor forma para alcançar seus objetivos, não perder oportunidades e aumentar a rentabilidade dos investimentos.

Quais são as dicas para escolher o melhor time frame?

Uma dúvida comum entre os traders é saber a melhor periodicidade para se operar. Mas não há uma resposta universal para essa pergunta, já que isso depende da sua modalidade de trading, do tempo disponível que você tem para operar e do seu nível de conhecimento sobre análise técnica.

A seguir, trazemos as melhores dicas para que você saiba como definir o melhor time frame para você.

Diferencie os time frames menores e maiores

Geralmente, os time frames são representados por determinadas siglas que podem ser escolhidas no momento de configurar os gráficos. Veja quais são elas:

  • diário;
  • semanal;
  • mensal;
  • anual;
  • 1 min;
  • 5 min;
  • 10 min;
  • 30 min;
  • 60 min.

Os gráficos de 1 min até 60min são considerados de menor, curto ou baixo prazos, pois mostram variações dentro de um dia. Já os períodos diário até anual são chamados de maiores ou longos.

Defina o tipo de gráfico

Primeiro, você deve saber a diferença entre gráficos atemporais e temporais. Os primeiros não apresentam o fator tempo na sua formação. Eles mostram a variação de preço, mas você não sabe se ela aconteceu nas últimas horas ou nos últimos dias. Exemplos desse tipo são o tape reading, gráfico de ponto e renko.

Já os temporais são aqueles que permitem definir o time frame que você pretende analisar. Entenda mais sobre eles a seguir.

Intraday

São aqueles que mostram informações em minutos – podendo ser 1, 5, 10, 15 ou 30 minutos –, sendo mais adequados para os players que realizam operações a curtíssimo prazo, como day traders.

Para definir o melhor time frame, analise a sua agressividade no mercado, ou seja, a frequência que realiza compras e vendas. No caso dos Scalpers (aqueles que realizam operações em segundos), é interessante usar periodicidades de 1 ou 2 minutos.

Gráficos para swing trade

Swing trade consiste em qualquer operação que abre e fecha em dias diferentes, seja dias, semanas ou meses. Qualquer gráfico que não seja intraday pode ser usado por esses investidores, mas, nesse caso, também é necessário analisar seus objetivos, projeções e agressividade.

Caso o trader pretenda fazer operações semanais, é melhor que a periodicidade escolhida seja D1 ou W1. Se as negociações forem feitas em um prazo ainda maior, então um gráfico mensal será mais conveniente.

Ressalta-se que, para fazer análises técnicas mais precisas, melhorar sua performance e gerenciar melhor os riscos, é interessante utilizar tanto os temporais como atemporais.

Monitore a operação e considere a mudança para outro time frame

Muitos traders acreditam que maximizarão suas oportunidades trabalhando no menor time frame possível, mas nem sempre isso é verídico. Pode ser necessário ter de trabalhar com periodicidades maiores.

Se você opera com gráficos temporais de 1 ou 2 minutos, mas está tendo grandes dificuldades para alcançar suas metas de rendimentos, experimente realizar intervalos de tempo maiores – como de horas ou até de dias – para averiguar se eles serão mais vantajosos.

Faça análise de vários time frames

Existem plataformas avançadas que permitem que você acompanhe vários intervalos de tempo diferentes. Essa estratégia é chamada de multi time frames.

Ao aplicá-la, você conseguirá filtrar falsos sinais de reversão ou tendências e terá mais informações para basear suas informações, mas é necessário que sejam usados, no mínimo, 3 gráficos.

Para escolher a melhor combinação de time frames, defina a periodicidade média que será mais adequada para seu perfil e, após, abra gráficos com prazos maiores e menores.

Se você realiza day trades, e o intervalo analisado é de uma hora, por exemplo, você pode definir um gráfico de 30 minutos e outro de 4 horas.

Escolher um bom time frame exige conhecimento sobre os tipos de gráficos, experiência de mercado e experimentação de diferentes periodicidades. Com esta leitura, você saberá como definir um bom time frame e, consequentemente, conseguirá alcançar seus objetivos como trader.

O que achou deste post? Quer tirar alguma dúvida, dar uma opinião ou feedback? Então use o espaço a seguir para deixar um comentário no post!




Sobre o autor