Blog

Investimentos

Qual a hora certa de vender uma ação? Veja como descobrir!

Por Bruno Zago
24 março 2021 - 15:00 | Atualizado em 16 dezembro 2021 - 13:45
vender uma ação
Créditos: shutterstock.com

O mercado financeiro vem chamando a atenção de muitas pessoas, mesmo daquelas com perfis para investimentos mais convencionais, tendo em vista que a pandemia do novo coronavírus instalou uma crise e evidenciou a importância de diversificar as aplicações. Por isso, preparamos este post que mostra como saber a hora certa de vender uma ação.

O nosso objetivo é aumentar seu conhecimento sobre o assunto para que você consiga garantir seus ganhos e, principalmente, minimizar as chances de prejuízos, por meio de uma atuação consciente e proativa. Continue lendo e descubra como fazer isso!

Vender ações ou mantê-las a longo prazo?

Muita gente se questiona se é melhor vender ações ou mantê-las a longo prazo. No entanto, é preciso compreender que não há uma resposta única para tal questão: tudo depende de uma série de fatores, como o momento da economia, do mercado e, principalmente, o seu perfil de investidor. É preciso avaliar tudo isso antes de tomar uma decisão.

Quem quer proteção contra as oscilações dos ativos, por exemplo, deve pensar em longo prazo, como os chamados papeis de “Buy & Hold”, ou seja, comprar e segurar. Já quem busca rentabilidade imediata e não tem medo de arriscar, pode cogitar negociações rápidas, como o day trade. Tudo depende dos seus objetivos e dos seus conhecimentos na área financeira.

Como saber a hora certa de vender uma ação?

Agora que você já aprendeu um pouco melhor sobre as vantagens e desvantagens de vender ações ou mantê-las a longo prazo, vamos dar algumas dicas práticas para saber se chegou a hora certa de negociar ou se é melhor esperar um pouco mais. Acompanhe a seguir.

Saiba como funciona a bolsa de valores

O primeiro passo ao entrar para esse segmento é entender como funciona a bolsa de valores e o mercado financeiro. Embora pareça um ramo um pouco intimidador, também é um cenário repleto de oportunidades e com um excelente potencial de lucratividade, sobretudo se você souber como investir.

A bolsa de valores é o ambiente de negociação de ações, algo que é feito usualmente durante o pregão, que acontece no horário de funcionamento. Os vendedores e os compradores fazem suas ofertas, e os negócios são fechados quando esses valores casam. A valorização ou não ocorre por causa de diversos fatores (em geral, seguindo a lei de oferta e procura).

Entenda como investir em ações

A empresa de capital aberto disponibiliza uma fração da companhia para investidores com o objetivo de aumentar seu patrimônio, lucros e outros itens. Uma única ação, portanto, corresponde à menor parte de uma sociedade anônima (S/A) de capital aberto.

Sendo assim, qualquer pessoa comum que esteja registrada na bolsa de valores tem o direito de adquirir esses títulos, com a possibilidade de lucrar com os resultados obtidos por essas empresas e vender os títulos tempos depois, por um preço maior que o da compra. Logicamente, essa é uma simplificação do processo, que envolve muito mais detalhes.

Preste atenção às oportunidades atrativas

Uma vez que você entende como funciona a bolsa de valores, deve prestar atenção às possibilidades que surgem para descobrir a hora certa de vender. Uma forma de fazer isso é comparando o valor intrínseco, porque não é raro que o preço de uma ação suba demais e sofra uma queda depois.

As oportunidades atrativas também merecem ser reconhecidas, até mesmo para promover a diversificação das suas aplicações. Avalie os riscos ante os retornos possíveis, pois a economia é baseada em ciclos e cada situação traz uma definição diferente: um momento pode ser favorável para determinados títulos, em detrimento dos que você já possui.

Fique de olho na divulgação dos balanços

Você já deve saber que, a partir do momento em que adquire uma ação, está comprando um “pequeno pedaço” de uma empresa. Com isso, é natural que você deva acompanhar as divulgações financeiras da organização, até porque elas são obrigatórias e precisam ser expostas periodicamente no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Por meio do acompanhamento trimestral do balanço, é possível entender se as escolhas feitas pelos gestores são assertivas ou se as estratégias estão sem sintonia com o mercado. Com isso, você consegue compreender os desempenhos operacionais e financeiros, descobrindo se é melhor manter os ativos ou vender antes de gerar prejuízos.

Considere sua estratégia antes de vender

Quando você decidiu entrar no mercado financeiro, é bem provável que tenha ouvido muitos conselhos sobre traçar uma estratégia e segui-la fielmente. Isso não quer dizer que não possa fazer mudanças pontuais ou realinhar seus paradigmas, mas que você deve ter segurança quanto às oscilações que surgem e manter os seus objetivos.

Por isso, é preciso considerar as suas metas e expectativas para saber se chegou ou não a hora de vender. Para tomar a melhor decisão, procure questionar a si mesmo por que você comprou aquela ação, se faz sentido ela estar na sua carteira, se existem melhores opções para aquele recurso no momento e assim por diante.

Analise sua própria tolerância ao risco

Por fim, para definir qual a hora certa de vender uma ação, é preciso analisar sua própria tolerância ao risco. Isso é ainda mais importante se você comprou sem muito método ou estratégia, pois as chances de prejuízos são maiores desta forma. No entanto, você não pode deixar de considerar que eventos recentes podem influenciar a sua percepção de tudo.

Momentos de alta no mercado, por exemplo, podem nos fazer sentir mais arrojados, enquanto as crises ou oscilações podem torná-lo um grande conservador. A questão é não se deixar levar por otimismos ou pessimismos não fundamentados, desfazendo-se de ativos apenas quando isso for motivado por razões abalizadas e embasadas.

Agora você já entendeu um pouco mais sobre o mercado financeiro e sabe a hora certa de vender uma ação. No entanto, não pare de pesquisar e aumentar os seus conhecimentos, pois esse é um dos cuidados que devem ser tomados para aumentar as chances de tomar uma decisão mais acertada.

Gostou de saber quando deve vender uma ação? Quer mais conteúdos sobre o mercado financeiro? Então, curta a página do Fast Trade no Facebook e acompanhe nossas novidades!




Sobre o autor